in

20 gincanas para voltar a ser criança

20-gincanas-para-voltar-a-ser-crianca.png

iStock

Por Karyne Santiago
                               
Em 18.06.21

Trazida pelos portugueses, mas repleta de características brasileiras, a festa junina é uma tradicional celebração do mês de junho. Com decoração alegre, cheia de comidas típicas, danças e figurinos divertidos, o evento é extremamente querido em nosso país. E claro que numa festa tradicional não poderia faltar gincanas e muita prenda. Que tal relembrar algumas brincadeiras de festa junina? Confira e divirta-se!

1. Quadrilha

iStock

Se tem uma coisa que não pode faltar em uma festa junina, é a quadrilha. Mas você sabia que ela tem origem francesa? Pois é, a dança é inspirada nos bailes franceses do século XVIII. Claro que, ao chegar ao Brasil, teve suas adaptações divertidas e cheias de personalidade. A encenação do casamento, por exemplo, além de uma homenagem a Santo Antônio, de acordo com algumas pessoas, também é uma crítica social aos casamentos forçados que ocorriam antigamente.

Como funciona: a quadrilha é uma dança feita em pares, baseada nas falas divertidas de um narrador, como “olha a cobra… É mentira!”, “olha a chuva… Já passou!”. Com a presença de um casal de noivos que comandam a fila de dançarinos, a coreografia segue um passo a passo impecável realizado por cumprimentos, balancê, passeio pela roça, túnel, coroação, casamento e despedida.

2. Pescaria

A pescaria é uma das brincadeiras de festa junina mais famosas e diverte crianças e adultos. A recreação é característica desse tipo de festa, não pode faltar no cronograma de brincadeiras, e rende até prêmios ao vencedor.

Como funciona: a brincadeira consiste em pescar peixinhos de plástico numerados, em um recipiente grande com água. Geralmente, o número colocado nos peixes, corresponde a um prêmio para o participante, mas existem alguns lugares, onde o prêmio só é dado ao participante que pescar mais peixes.

3. Correio elegante

iStock

Charmosos e cheios graça, os bilhetinhos do correio elegante surgiram de uma época onde não existia internet. Com intuito de aumentar as relações sociais, como é o caso dos aplicativos de mensagens hoje em dia, a ideia ficou famosa nas festas juninas, pois eram nelas que um rapaz tinha a oportunidade de cortejar as belas moças da cidade.

Com funciona: a brincadeira precisa de um ou mais mensageiros que circulam pela festa, carregando cestas de cartões que podem conter frases ou estar em branco. Quem optar por enviar um correio elegante para um pretendente ou amigo, escolhe um cartão e o envia através do mensageiro, anonimamente ou não.

4. Bingo

De origem italiana, essa brincadeira, que funciona semelhante a um jogo de loteria, também faz sucesso nas festas juninas. Não se sabe ao certo quando ou porque o bingo passou a fazer parte das brincadeiras juninas, mas ninguém pode negar que com ele, a diversão é garantida.

Como funciona: distribua cartelas com diferentes sequências numéricas para os participantes. O organizador da brincadeira deve realizar o sorteio dos números, sempre comunicando os jogadores, que por sua vez estarão procurando o número sorteado em sua cartela. Vence o jogo o participante que completar o padrão determinado primeiro. Os padrões podem ser: linha, coluna, diagonal ou cartela cheia.

5. Cadeia

iStock

Quase todas as celebrações juninas escolares possuíam a cadeia. Essa brincadeira criada basicamente para tirar sarro dos amigos, consiste em um espaço onde as pessoas colocadas só podem sair se pagar uma prenda.

Como funciona: uma pessoa é selecionada para ser o carcereiro e outra para ser uma espécie de policial, ou xerife. O carcereiro é responsável por manter os prisioneiros na cadeia, já o policial tem a função de receber as ordens de prisão. Qualquer pessoa da festa pode solicitar que o policial prenda alguém. O prisioneiro, por sua vez, terá que permanecer na cadeia até pagar uma prenda que pode ser um desafio engraçado ou dinheiro, ou se um amigo solidário aceitar pagar sua fiança.

6. Tomba lata

Mais uma brincadeira que faz sucesso entre todas as idades! Feita muitas vezes com materiais recicláveis, o objetivo é derrubar todas as latinhas em uma única jogada. Pouco se sabe sobre a origem dela nas festas juninas, mas acredita-se que ela ganhou espaço justamente por sua simplicidade.

Como funciona: sobre uma mesa, monte uma piramide com latas vazias, caso as latas sejam muito leves, você pode colocar um pouco de areia para que elas ganhem peso. Em uma distância de pelo menos 1,5 metro da mesa, o jogador receberá 3 bolinhas que lhe permitirão 3 chances de acertar a piramide e derrubar todas as latas de uma só vez. Como em toda boa festa junina, o vencedor recebe um prêmio.

7. Boca do palhaço

prof.tais.olly

Celebrações juninas são marcadas por seus jogos de pontaria, que por sinal, fazem muito sucesso entre crianças e adultos. A brincadeira “boca do palhaço” é uma delas.

Como funciona: em um papelão com a imagem de um palhaço com a boca aberta, onde é feito um recorte circular, o jogador terá que atirar 3 bolas através da boca do palhaço. Em alguns lugares, o participante recebe prêmios menores se acertar 1 ou 2 bolas, em outros o objetivo é acertar as 3 em jogadas consecutivas.

8. Dança das cadeiras

Presente em muitas festas brasileiras, a dança das cadeiras também é uma opção de brincadeira para festas juninas. Sua origem é desconhecida, mas algumas pessoas afirmam que ela foi criada em Salvador, na Bahia. A recreação, que é feita em grupo, arranca boas risadas e é ótima para enturmar a galera.

Como funciona: selecione uma quantidade de jogadores, e separe um número de cadeiras menor que a quantidade de participantes, geralmente uma única cadeira a menos. Em um aparelho de som, coloque uma música divertida para tocar. Os jogadores precisarão dançar enquanto circulam as cadeiras dispostas. Sem avisar, pause a música. Quando o som parar, os jogadores precisam sentar-se em uma cadeira vazia, e consequentemente, um ficará de fora. A cada rodada, tire uma cadeira. Vence o jogador que conseguir sentar-se em todas as rodadas.

9. Jogo das argolas

ojardimdagigioficial

Assim como o jogo “tomba latas”, o jogo das argolas conquista os participantes por sua simplicidade. Com o objetivo de encaixar argolas em garrafas, a brincadeira treina percepção visual e motora dos jogadores, e claro, é super divertida.

Como funciona: em um determinado espaço, distribua pinos, cones ou garrafas com distância média de um palmo entre elas. Cada pino deve ser numerado e cada número será um prêmio diferente. O jogador receberá 5 argolas para jogar. Em uma distância de pelo menos 1,5 metro, o participante deve arremessar as argolas com o objetivo de acertá-las no pino. Quanto mais acertos, mais prêmios.

10. Corrida do milho

O milho está presente em todo e qualquer bom arraial de festa junina, e não poderia ficar de fora na hora das gincanas. Essa divertida corrida é de tirar o folego, faz sucesso em qualquer faixa etária e ainda rende uma pipoca depois.

Como funciona: escolha pelo menos duas duplas para jogar. Divida as duplas em cada extremo de um espaço. De um lado, separe dois recipientes com grãos de milho, e duas colheres. Do outro lado, deixe dois copos descartáveis. O participante que estiver do lado do recipiente começa a corrida. Ele precisará encher a colher com os grão e levar até o outro lado, para despejar no copo. Ao fazer isso ele trocar de posição com sua dupla. Vence a dupla que encher o copo mais rápido.

11. Corrida do saco

iStock

Se você quiser animar a festa com uma competição que diverte quem joga e quem assiste, o jogo do saco é ideal. Assim como a dança das cadeiras, essa brincadeira também é presente em várias festas, mas faz diferença nas celebrações juninas.

Como funciona: tudo o que você vai precisar é ter uma linha de partida, e outra de chegada, alguns sacos resistentes, e uma porção de gente que queira se divertir. Posicione os jogadores na linha de partida, todos com ambas as pernas dentro dos sacos. Ao dar a largada, os jogadores terão que pular, segurando o saco, até alcançar a linha de chegada. Vence o jogador que chegar primeiro.

12. Quebra pote

Inspirada na brincadeira da Pinhata, originaria do México, a brincadeira do “quebra-pote” é mais comum na região nordeste do Brasil. Bem típica da época de São João, a gincana se torna ainda mais especial por presentear o participante e quem está de fora com muitos doces.

Como funciona: o jogo pode ser jogado de duas formas. Originalmente, um vaso de barro é pendurado no alto. O participante da vez, recebe um porrete, é vendado e girado algumas vezes para ficar tonto. Ao para de girar, o jogador precisa conseguir encontrar e quebrar o vaso recheado de doces. Em outra versão, o vaso é colocado sobre uma mesa, e o jogador, com certa distância, recebe uma pedra para atirar e quebrar o recipiente também recheado de doces. Em ambas as brincadeiras, quando o vaso quebra, as pessoas em volta correm para competir quem consegue pegar mais doces.

13. Pesca da maçã

iStock

Um pescaria diferente, mas extremamente divertida, para realizar em festas juninas, é a pesca da maçã. A brincadeira para crianças e adultos consiste em pescar com a boca, maçãs boiando na água.

Como funciona: distribua algumas maçãs em duas ou mais bacias grandes com água. É importante deixar espaços entre as frutas para aumentar a dificuldade da brincadeira. Coloque cada jogador posicionado com as mãos para trás, de frente para uma bacia. O objetivo é abocanhar a maçã e tirá-la da água. Vence o participante que concluir o objetivo mais rápido.

14. Rabo no burro

Festa junina sem a brincadeira “rabo no burro” não é festa junina. Fantástica para adultos e crianças, a brincadeira rende muitas risadas. Ninguém sabe ao certo sua origem, o que se sabe é que a ideia deu certo e até hoje está presente nas celebrações.

Como funciona: segurando o rabinho do burro, com os olhos vendados e após ser girado algumas vezes para perder o senso de direção, o participante tem que encontrar o desenho do animal preso na parede e colocar o rabo no lugar certo. Vence o jogador que conseguir colocar o item no lugar mais próximo ao correto, ou que conseguir realizar o objetivo mais rápido.

15. Corrida do ovo na colher

ali_figueiredo

Está aí uma brincadeira perfeita de festas juninas. Com um pouco de tensão, mas extremamente engraçada, essa corrida não é só contra o tempo, mas contra o equilíbrio também.

Como funciona: determine uma linha de chegada, em um ponto distante. Os jogadores deverão se posicionar na linha de partida com o cabo de uma colher na boca, equilibrando um ovo e com as mãos para trás. Ao dar a largada, deverão atravessar o espaço até a linha de chegada. Ganha quem conseguir alcançar a linha de chegada primeiro. A brincadeira é originalmente feita com ovo cru, por isso a tensão em derrubá-lo, mas algumas versões menos bagunceiras foram desenvolvidas ao longo do tempo, com ovos cozidos, ou bolinhas de ping-pong.

16. Corrida de três pernas

Com uma dificuldade semelhante à corrida dos sacos, a diferença é que essa brincadeira une os participantes de um jeito peculiar. Simples e muito divertida, ela vai animar qualquer festa junina.

Como funciona: separe os jogadores em duplas, lado a lado. Com uma fita ou uma tira de pano, prenda uma perna de cada jogador da dupla. Com os jogadores posicionados na linha de partida, dê a largada. O objetivo é que a dupla com uma das pernas presas ao outro, consiga correr desengonçadamente o mais rápido possível para a linha de chegada. Vence a dupla que chegar primeiro.

17. Cabo de guerra

iStock

Simples, mas com muita competitividade e diversão, essa brincadeira une pessoas com o propósito de juntar forças para vencer. Esse jogo conhecido mundialmente, fez parte dos Jogos Olímpicos durante anos, e claro que não poderia faltar nas festas juninas, não é mesmo?

Como funciona:

tudo o que você vai precisar é de uma corda resistente e comprida, e pessoas competitivas para apimentar a brincadeira. A gincana consiste em dividir os jogadores em dois grupos, distribuídos em lados opostos da corda. Faz-se uma marcação no chão, no meio das duas equipes, e o objetivo é puxar a equipe adversária para o seu campo.

18. Barraca do beijo

Mais uma atração do que uma brincadeira, a barraca do beijo ficou bem popular nas celebrações juninas. Geralmente criadas para arrecadar fundos para alguma causa, a diversão é afetiva e muito carinhosa, e pode até unir alguns casais.

Como funciona: antes de tudo, é preciso de alguns voluntários beijoqueiros, que, posicionados na barraca, um por vez, distribuem beijos para as pessoas que pagam com fichas compradas anteriormente, ou dinheiro. Os beijos podem ser dados na bochecha, na testa, na boca, nas mãos, e não tem necessariamente uma conotação romântica.

19. Dança da laranja

for_you_eventos

Toda festa junina e quermesse tem dança, e porque não aproveitar essas danças todas para brincar também? Além da quadrilha e da dança das cadeiras, a diversão pode partir também da dança da laranja. A risada será garantida!

Como funciona: com os dançarinos separados em duplas e com as mãos para trás, faça-os segurar as laranjas entre as testas, enquanto dançam músicas agitadas. O objetivo do jogo é não deixar a laranja cair e não parar de danças. Vence a dupla que conseguir cumprir o objetivo.

20. Passa chapéu

Essa brincadeira é quase uma evolução junina das brincadeiras “batata-quente”, “dança das cadeiras” e passa-anel. Aproveitando os chapéus caipiras da celebração, a brincadeira faz mais sucesso entre os pequenos, mas com algumas modificações também pode ser divertida para os adultos.

Como funciona: ccom os jogadores selecionados formando um círculo, um único chapéu deve ser passado de mãos e mãos, ao som de uma música. Quando a música parar, o jogador que estiver com o chapéu nas mãos é eliminado. Uma outra versão possível é fazer o jogador que estiver segurando o chapéu quando a música parar, cumprir um desafio ou pagar uma prenda engraçada.

Saudades de um arraial, né minha filha? Cada uma dessas brincadeiras tem história, e já animaram muitas festas por aí. Para matar a saudade, você pode improvisar algumas delas em casa e divertir a família. Se preparar algumas deliciosas receitas de festa junina, a festa estará completa!


What do you think?

39 Points
Upvote Downvote

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *